Previews WTCR Oscaro 2019 : A Dream Team Lynk & Co !

A poucos dias do arranque do WTCR Oscaro 2019, apresentamos as equipas e os respetivos pilotos que atuam no campeonato. Depois da Honda, Audi, Hyundai, Alfa Romeo, Cupra e Volkswagen, terminamos a nossa série de previews com Lynk & Co e seu quarteto mágico.

Dois campeões do mundo !

Team : Cyan Racing Lynk & Co

Os pilotos :

Yvan Muller, 49 anos (FRA) – à direita na foto :       

Ele é um dos maiores pilotos da história. Aos 49 anos, Yvan Muller conta com quatro títulos de campeão mundial para carros de turismo (2008, 2010, 2011, 2013) e um título no Campeonato Britânico de Carros de Turismo (2003). Ele também é detentor de muitos recordes como o número de vitórias (47) e pole positions (28) no campeonato mundial de carros de turismo.Após anunciar a sua reforma em 2016, o francês dá o gás no WTCR Oscaro 2018. Segundo na classificação geral no final da última temporada (pela quinta vez na sua carreira), Muller está determinado a buscar um quinto lugar no mundial: “apesar de todos estes anos, ainda tenho a mesma motivação. É simples, nunca corro por nada além da vitória”.

Thed Björk, 38 anos (SWE) – à esquerda na foto :

Após um ano sob a liderança da Yvan Muller Racing, ele encontrou a Cyan Racing, uma equipa que conhece perfeitamente. Como prova, ele tornou-se campeão mundial ao volante de um dos seus carros em 2017. Apesar da vitória no campeonato de equipas, Björk errou e terminou em sétimo lugar na classificação individual no ano passado. Este ano, o quádruplo vencedor do STCC (Campeonato Sueco, em seguida, Scandinavian Touring Car) conduzirá um Lynk & Co 03 TCR. Vencedor de quatro corridas em 2018, ele terá nesta temporada todas as oportunidades para trazer um novo título mundial na Suécia.

Se tudo correr bem :

Muller dá jus ao seu nome. Melhor que no ano passado, faz pódios em cada uma das dez rondas do campeonato (oito em 2018) e assume a liderança. Os quatro pilotos da Lynk & Co lutam pela vitória e entreajudam-se para alcançar o Santo Graal. Entre eles, Thed Björk. Numa equipa que ele sabe de cor, o sueco é o mais rápido da grelha. Um concorrente feroz, entra no top 5 e mostra toda a sua garra. Como no ano passado, os dois pilotos conquistaram o troféu de campeão mundial.

Se nada correr bem :

Embora o grupo chinês Geely tenha colocado os meios para desenvolvê-lo, o Lync & Co 03 TCR é novo no circuito e tem alguns problemas mecânicos no início da competição. Para ambos os pilotos, é difícil encontrar a configuração perfeita. Mas graças à sua experiência, eles conseguem. Apesar desta perda de tempo e, especialmente, pontos, os dois homens estão no top 10, mas vêem o título longe.

A nossa aposta :

Yvan Muller : entre o 1.º e 5.º lugar.

Thed Björk : entre o 5.º e 9.º lugar.

Um dia, o aprendiz passará a mestre

Team : 100-0-0-0 Lynk &Co

 

Os pilotos :

Andy Priaulx, 44 anos (GBR) – à direita na fotoEle é uma lenda na disciplina. Nove anos após a sua última participação, Andy Priaulx regressa ao campeonato mundial de carros de turismo. Uma competição que venceu por três vezes e onde ele soma dezoito vitórias (2005, 2006 e 2007). Especialista em resistência, incluindo dois pódios nas 24 Horas de Le Mans (2011 e 2017) e um terceiro lugar no WEC 2017, os britânicos fazem parte dos favoritos para o título final.

Yann Ehrlacher, 22 anos (FRA) – à esquerda na foto :

Com duas vitórias na corrida e três pódios no WTCR Oscaro 2018, Yann Ehrlacher deixou a sua marca. Com apenas 22 anos, é uma das maiores esperanças da disciplina. Décimo no WTCC em 2017, então décimo na Taça do mundo de carros de Turismo em 2018, depois de passar alguns dias no primeiro degrau do ranking, Ehrlacher pretende assumir o seu status de outsider em 2019. Filho de Yves Ehrlacher e Cathy Muller, campeão francês de futebol com o Estrasburgo em 1979 e a ex-piloto profissional, respectivamente, e sobrinho do tricampeão mundial de carros de turismo, Yvan Muller, Yann sempre esteve envolvido em desportos de alto nível . Tem sangue do campeão a fluir nas veias.

Se tudo correr bem :

Como nos bons velhos tempos, Priaulx domina o campeonato sobre Muller, Tarquini e Vernay. O regresso ao WTCR Oscaro fica marcado por grandes performances e grava o seu nome no troféu. Ehrlacher continua a sua evolução. Maior esperança da sua geração, ele luta pelos cinco primeiros e vence muitas corridas. Em dezembro de 2018, disse-nos: “este ano deve ser o ideal para mim, devo dar um passo”. Um ano depois, essa meta é cumprida.

Se nada correr bem :

Andy Priaulx não conduz um carro de tração há 17 anos. Foi em 2002, durante o BTCC, num Honda Civic. O britânico esforça-se para se adaptar. Mas, sendo um dos pilotos mais experientes do circuito, ele consegue classificar-se na primeira metade da tabela. Por sua parte, Ehrlacher luta para assumir o seu novo status. Na sombra dos seus três companheiros de equipa, ele não pode se colocar na frente e faz uma temporada tímida. Termina em torno do décimo quinto lugar.

A nossa aposta :

Andy Priaulx : entre o 5.º e o 9.º lugar.

Yann Ehrlacher : entre o 6.º e o 10.º lugar.

O carro : Lynk & Co 03 TCR

Releia as previews de Honda,  Audi, Hyundai, Alfa Romeo, Cupra e Volkswagen. 

 

 

Descubra todas as informações WTCR Oscaro

Veja Também