Previews WTCR Oscaro 2019 : Alfa Romeo surpreendente ?

A poucos dias do arranque do WTCR Oscaro 2019,  apresentamos as equipas e os respectivos pilotos que participam no campeonato. Depois da Honda, Audi e Hyundai, olhamos para a Alfa Romeo, Team Mulsanne e os seus dois pilotos.

Párias! 

Equipa : Team Mulsanne

Os pilotos :

Kevin Ceccon, 25 anos (ITA) : Com a saída de Pepe Oriola para o TCR Asia, Kevin Ceccon é, assim como Yann Erhlacher, certamente um dos jovens pilotos mais talentosos do campeonato. Chegou a meio da temporada 2018, para substituir Fabrizio Giovannardi, o italiano marcou 102 pontos em apenas quinze corridas, vinte pontos a menos que o triplo vencedor do BTCC, Gordon Shedden, no total da temporada (122 pts). Com dois pódios no circuito de Suzuka, incluindo uma vitória e um quarto lugar em Macau, Ceccon provou o seu valor, chegando mesmo a terminar em 14º na classificação geral. Se continuar assim, é uma aposta segura que o vencedor do Auto GP 2011 estará entre os melhores pilotos da grelha.

Ma Quing Hua, 31 anos (CHI) :é o primeiro estrangeiro da jovem história da equipa Mulsanne. Quarto classificado no Campeonato Mundial de Carros de Turismo com a Citroën em 2015, o chinês participou em três rondas do campeonato no ano passado. Sob a liderança da Honda, ele não deu o seu melhor porque terminou apenas uma vez no top dez, em suas nove corridas (Sétimo na Race 3 em Wuhan). Vencedor do campeonato chinês de carros de turismo em 2011, depois piloto de testes na Fórmula 1 para a equipa Caterham Racing, Ma não é inexperiente ao volante de um Alfa Romeo Giuletta TCR. No ano passado, ganhou uma corrida chinesa de TCR com este carro (Guangdong). Convidado para começar uma nova temporada, Ma Quing Hua tem grande confiança no desempenho do seu carro: “Toda a equipa trabalhou muito durante o inverno para desenvolver o Giuletta Veloce TCR. Este carro tem um enorme potencial “, disse.

Se tudo correr bem:

Depois de um inverno cheio de trabalho para a Alfa Romeo, o Giuletta TCR é ultra-eficiente. Ceccon continua a sua incrível série do ano passado (sete dos dez melhores das últimas nove corridas) e surpreende a todos. Se tivesse participado em toda a temporada de 2018, e com base no desempenho das corridas que disputou, o número 31 teria potencialmente alcançado 204 pontos (ou até o décimo do ranking). Então, nós assumimos que com excelente preparação e sob condições ótimas, o italiano pode exceder em muito este total. Ma, ele, está perto do seu nível de 2015. Apesar de um tempo leve de adaptação, o chinês consegue marcar pontos valiosas, graças à sua agressividade. Experiente mas um pouco mais lento que os líderes do campeonato, Ma Quing Hua termina o campeonato numa posição honrosa.

Se nada correr bem:

Como em 2018, o Team Mulsanne perde o início da temporada. Ambos os pilotos acham difícil encontrar o set-up perfeito e perdem pontos valiosos no campeonato para a equipa. Talentoso, Ceccon consegue mostrar bom desempenho mas, dada a sua falta de experiência, peca pela irregularidade. No final, garante, o melhor que puder: um lugar na primeira metade da classificação geral. Apesar da sua experiência, Ma não atinge os seus resultados no WTCR Oscaro 2018. Peca pela extrema agressividade em pista. O nível, acima de 2015, parece alto demais para ele.

A nossa aposta :

Kevin Ceccon : entre o 7º e 11º lugar.

Ma Quing Hua : entre o 18º e 22º lugar.

Carro : Alfa Romeo Giulietta TCR

Veja as previews da Honda,  Audi et Hyundai.

Descubra todas as informações WTCR Oscaro

Veja Também