Previews WTCR Oscaro 2019 : Audi à altura das suas ambições?

Poucos dias antes do início do WTCR Oscaro 2019, oferecemos uma apresentação das equipas e dos respetivos pilotos. Depois da Honda, está na altura de falar da Audi e do seu quarteto de pilotos!

Uma única obsessão : a vitória

Team :  Léopard Racing Team Audi Sport

Os pilotos :

Jean-Karl Vernay, 31 anos (FRA) : Ganhar é o único objetivo. Jean-Karl Vernay é um concorrente feroz. “Eu gosto de automobilismo, mas sou apaixonado pela condução e pela vitória”, disse em entrevista. Tendo competido na Fórmula Renault, Fórmula 3 ou nas 24 Horas de Le Mans, o piloto de Lyon é um dos mais completos do campeonato. Melhor piloto em circuitos urbanos durante o WTCR Oscaro 2018 (quatro vitórias, incluindo três citadinas), Vernay terminou o último exercício em quinto lugar geral, “uma deceção” segundo ele. Determinado a “fazer melhor do que no ano passado”, o campeão do TCR International Series 2017 e vice-campeão do TCR Europe 2018, será sem dúvida um dos cabeças de cartaz do WTCR Oscaro 2019.

Gordon Shedden, 40 anos (GBR) : Se lhe chamam “Flash Gordon”, não é por acaso. Em treze participações, o escocês ganhou o British Touring Car Championship três vezes. Apenas sete conseguiram esse desempenho. Como prova da sua regularidade, Shedden terminou oito vezes no pódio da classificação geral. Vencedor da corrida 2 em Wuhan em 2018, o número 52 tem sido inconsistente, o que lhe valeu apenas o décimo terceiro lugar. Depois de uma temporada fraca, Flash Gordon espera recuperar o atraso em 2019.

Se tudo correr bem : Quem fala de circuito urbano, fala em Jean-Karl Vernay na linha da frente. A partir da primeira sessão de classificação da temporada em Marraquexe, o francês apontou o caminho. Uma pole position, vitória na primeira corrida, sobe ao pódio noutra e fica no topo da classificação geral. Com toda a confiança, Vernay torna-se quase intocável e garante o seu título na penúltima ronda do campeonato em Macau, outro circuito urbano … Shedden segue o ritmo da loucura imposta pelo seu companheiro de equipa. Ao contrário do ano passado, é mais regular e o Audi RS3 LMS TCR não tem segredos para ele. Ele conseguiu algumas performances graças à sua condução agressiva e subiu ao pódio várias vezes: o escocês assegurou o top-10.

Se nada correr bem : o melhor piloto da grelha em circuitos citadinos em 2018, Vernay continua a marcar nas três rondas urbanas do campeonato, mas é muito menos eficaz nos outros sete que se realizam em circuitos permanentes. No entanto, o número 69 consegue pontuar e assegura um lugar entre o 8º e o 12º posto. Por sua vez, o escocês continua a sua série negra da última temporada (zero pontos nas últimas seis corridas). A única corrida que ganhou em 2018 não está mais no calendário (Wuhan), Flash Gordon não tem circuito de referência. Apesar de alguns golpes de sorte, ele não consegue encontrar seu ritmo e falha as portas do top quinze.

A nossa aposta :

Jean-Karl Vernay : entre o 1.º e o 5.º lugar.

Gordon Shedden : entre o 10.º e o 14.º lugar.

2019 para passar um nível?

Team : Comtoyou Team Audi Sport

Os pilotos :

Frédéric Vervisch, 32 anos (BEL) : Sete pódios incluindo uma vitória de prestígio no circuito de Macau para o piloto belga no WTCR Oscaro 2018. Depois de um começo de temporada catastrófico, com quatro desistências consecutivas no espaço de sete corridas, Vervisch recuperou para terminar em nono na geral. No ano passado, o piloto da Comtoyou competiu em nada menos que sete competições em Carros de Turismo, incluindo o Intercontinental GT Challenge, onde terminou em sétimo lugar, ou as 24 Horas de Nürburgring que competiu ao mesmo tempo que a ronda alemã do WTCR Oscaro. Glückwünsche Fred!

Niels Langeveld, 31 anos (NED) : Consagração na Formido Swift Cup em 2010, uma na Renault Clio Cup Holanda em 2012, outra na Renault Clio Cup Benelux e finalmente uma vitória na Seat Leon Eurocup em 2016. Com todas estas vitórias em competições locais, Langeveld é um piloto reconhecido nos Países Baixos. Depois de duas participações no TCR da Alemanha, assinou com a Comtoyou Team Audi Sport para o WTCR Oscaro 2019 ao volante de um Audi RS3 LMS TCR. Nesta temporada, encontrará um circuito que conhece de cor: o de Zandvoort. O piloto jogará assim “em casa” no dia 17 de maio.

Se tudo correr bem : Ao contrário do ano passado, Vervisch fez a sua estreia em Marraquexe. A meio da temporada, consegue três excelentes resultados no Slovakiaring, Nordschleiffe e Zandvoort, três circuitos que conhece perfeitamente e onde o Audi RS3 LMS TCR é particularmente potente. Posicionado no topo do ranking, Vervisch jogou toda a sua experiência e terminou o campeonato em quinto lugar. Pouco a pouco, Langeveld descobre o WTCR Oscaro. Com a grelha invertida, consegue um pódio em Zandvoort que lhe dá confiança, e permite-lhe segurar várias vezes o top quinze no final da temporada.

Se nada correr bem : Como em 2018, Vervisch perde o início da temporada e corre riscos para recuperar o atraso. Tarde demais, o mal está feito. Ele faz o melhor que pode, mas o nível do campeonato torna-se demasiado elevado. Perde de vista os seus principais competidores e esforça-se para terminar num lugar honrado. Langeveld, não tem consistência. Para o rookie, o ritmo WTCR Oscaro parece muito elevado. Para piorar a situação, é infeliz nos poucos circuitos que conhece bem: Zandvoort e Nürburgring, e termina a temporada com um total de menos de dez pontos.

A nossa aposta:

Frédéric Vervisch : entre o 11.º e 15.º lugar.

Niels Langeveld : Acima de 20.º

Carro : Audi RS3 LMS TCR

Da esquerda para a direita, os pilotos que aparecem no artigo *

Descubra todas as informações WTCR Oscaro

Veja Também