Previews WTCR Oscaro 2019 : Honda, entre fulgor e experiência !

Poucos dias antes do arranque do WTCR Oscaro 2019, deixamos aqui uma apresentação das equipas que entram em ação neste campeonato e os respetivos pilotos. Para este primeiro trabalho, expomos alguns factos sobre o fabricante japonês, a Honda e os seus quatro pilotos.

Dois gauchos para ir mais além

Team : All-Inkl.com Münnich Motorsport

Os pilotos :

Esteban Guerrieri, 34 anos (ARG) – (2º da esquerda na foto inferior do artigo): 17º no Campeonato Mundial de Carros de Turismo 2016, 4º em 2017 e 3º no WTCR Oscaro 2018, Guerrieri continua a crescer. Piloto rápido, talentoso e ardente, está entre os favoritos para a consagração desta temporada. Uma coisa é certa. Ao volante de um carro que conduzirá pelo segundo ano consecutivo, o tigre de Buenos Aires merece ser uma forte aposta para 2019. Até onde chegará?

Nestor Girolami, 29 anos (ARG) – (1º da esquerda): Reconhecido pela sua carreira de piloto a nível nacional, Girolami venceu duas vezes o Campeonato Argentino, o Super TC 2000 (2014 e 2015). No mesmo ano, terminou em 19º no WTCC. Participou no mundial de carros de Turismo em 2016 e 2017, com mais ou menos sucesso (quinze e nono na geral). Em 2019, Girolami desembarcou no WTCR Oscaro para descobrir, segundo as suas palavras, “um dos melhores campeonatos de todos os tempos”.

Se tudo correr bem :

Esteban Guerrieri cimenta o terceiro lugar e o sucesso da temporada de 2018. Numa equipa que conhece bem, coloca a fasquia bem alta para os Hyundai e Lynk & Co. O número 86 ousa e torna o Honda Civic TypeR TCR ainda mais poderoso. Único piloto a marcar pontos em todas as rondas do ano passado, o argentino encontrará circuitos que conhece perfeitamente e está entre os cinco primeiros. O seu amigo e companheiro de equipa, Girolami, colheu os benefícios das suas performances e voltou ao seu nível de 2017. Alcançou grandes desempenhos e somou pontos em várias ocasiões.

Se nada corre bem :

Esteban Guerrieri é traído no seu próprio “jogo” e deixa-se levar pela paixão. Assume muitos riscos e leva o seu carro para as boxes menos uma vez por semana. De resto, continua a pontuar, mas os seus erros saem caro (literalmente) e afastam-no do topo do ranking. Girolami faz o seu caminho pacificamente. Mas, apesar da sua experiência, luta para posicionar-se ao lado dos mestres do campeonato.

A nossa aposta:

Esteban Guerrieri : entre o 1.º e 5.º lugares.

Nestor Girolami : entre a 14.º e 18.º posições

Grandes esperanças, mas algumas dúvidas

Team : KC MotorGroup

Os pilotos :

Tiago Monteiro, 42 anos (POR) – (3º da esquerda): depois de mais de um ano de reabilitação, Tiago Monteiro volta ao campeonato. Para marcar o seu regresso, a estrela portuguesa, vítima de um grave acidente em setembro de 2017, pretende “lutar pelo título”. Único piloto da grelha a ter alcançado um pódio na Fórmula 1 (em 2005, em Indianápolis), o número 18 não terá tempo a perder para se reajustar à competição se ele quiser reivindicar algo no WTCR Oscaro 2019 .

Attila Tassi, 19 anos (HUN) –(4º da esquerda): Vice-campeão da TCR International Series 2017 com apenas 18 anos, e quarto no TCR Europa em 2018, o húngaro participará pela primeira vez numa temporada completa do WTCR Oscaro. Descrito pelo seu companheiro de equipa como “um jovem piloto rápido e muito talentoso”, Tassi competiu na Taça do Mundo de 2018 como wildcard. Resultado? O futuro número 9 do campeonato terminou nas 19, 18 e 15 posições da corrida da Hungria.

Se tudo correr bem:

Tiago Monteiro alcança o nível que tinha na altura do acidente (líder do WTCC 2017). Corrida após corrida, o português ganha confiança e sobe no ranking com uma equipa que ele conhece perfeitamente, sendo esta a sua oitava temporada com a Honda. Regularmente entre os dez primeiros, sobe para o top cinco do campeonato depois da Race of Portugal para nunca mais deixar. Por seu turno, Attila Tassi continua a crescer. Despreocupado, assume riscos e paga por eles. Faz um pódio em casa na segunda etapa do WTCR Oscaro, em Hungaroring. Um resultado que lhe dá confiança para o resto da temporada e lhe permite terminar muitas corridas com pontos.

Se nada correr bem:

Tiago Monteiro faz um começo de temporada tímido. As sequelas do acidente, não o deixam ir mais além e os adversários acabam por levar a melhor. Apesar de alguns bons resultados, ele não mantém o ritmo e cai na tabela no final da temporada. Por outro lado, depois de excelentes resultados na série TCR International e TCR Europe, Tassi não consegue marcar posição. A fasquia do WTCR Oscaro parece alta demais para ele e o jovem piloto fica estagnado no final do ranking. No entanto, aproveita o ano para ganhar experiência.

A nossa aposta:

Tiago Monteiro : entre o 5.º e 9.º lugares.

Attila Tassi : entre o 16.º e 20.º posições.

Carro : Honda Civic TypeR TCR

Descubra todas as informações WTCR Oscaro

Veja Também